Como é feito o exame de ansiedade

                         

              Se você soubesse que corre o risco de ter alguma doença, faria um exame para descobrir? Se a resposta for negativa, você não é o único. Evitar informações ou “bancar o avestruz” – fugir da realidade “enfiando a cabeça na areia” – é um dos motivos pelos quais algumas mensagens sobre saúde, como recomendar exames a quem corre risco de doenças sexualmente transmissíveis, não causam o impacto esperado.

              Segundo os pesquisadores, adequar essas mensagens e tirar ênfase do efeito negativo da doença talvez reduza a ansiedade e aumente a probabilidade de que as pessoas façam os exames.

Allison Diogo

Futuro Administrador e produtor de conteúdo para o Youtube e afins.

%d blogueiros gostam disto: