Manchester À Beira-Mar: Antes de entrar na sala, compre lenços

Direção: Kenneth Lonergan
Elenco: Casey Affleck, Michelle Williams, Kyle Chandler mais
Gênero Drama

Denso, profundo e pesado emocionalmente, Manchester a beira-mar é um filme capaz de expor os mais durões, que dizem não chorar por nada. São poucas as obras capaz de tocar o intimo do nosso coração, sair da sessão com o sentimento que devemos valorizar cada etapa da vida, trazer importância a coisas que deixamos de lado e dar sentido e propósito a novas perspectivas. Nos vemos no personagem Lee Chandler a todo momento, pois ele é real, está lidando com problemas que todos nós lidamos todos os dias, seja em Manchester ou no Rio de Janeiro. Kenneth Lonergan que é diretor e roteirista do longa, volta as manchetes com uma história forte candidata ao Oscar.

Lee Chandler (Casey Affleck) é forçado a retornar a sua cidade natal após a morte do seu irmão e tem que lidar com problemas do passado e sua nova realidade como tutor do seu único sobrinho, filho do falecido irmão.

A trama é lenta e com diálogos simples e há pouco fala, as vezes muitas falas são acompanhadas de cenas que falam por si mesma e não é necessário um dialogo pra compreender o que se passa, o que torna o filme ainda mais profundo. O desenrolar do filme é simples bem próximo de como enxergamos nossa própria vida, a maneira como as lembranças passam diante da projeção é muito parecida com maneira que uma lembrança nossa vem a mente, chega de repente, vai e depois nós pegamos com cara de paisagem. A forma que o diretor insere os personagens coadjuvantes na trama é tranquila, abrindo espaço e importância igual para todos, tudo em dose firme e homeopática. Casey Affleck pra mim é a grande surpresa, eu não conhecia o tamanho e dimensão do seu talento. Ele interpreta Lee com uma propriedade pouco vista no cinema, o personagem é uma pessoa destruída por dentro e tenta se manter firme diante de toda situação que passa e passou.

O filme não tem menor compromisso de mostrar uma história de superação, ou entregar uma formula de superação, Lee é como eu e você tentando atravessar problemas que enfrentamos a todo tempo.

Nota: 10/10

Sam Matos

Sou designer, CEO da Agência Aldeia Thisam, estudante de arquitetura na maior parte do dia e escritor quando dá!

%d blogueiros gostam disto: