O filme Pica-Pau ganha cartaz nacional

Produzido especialmente para o mercado brasileiro, filme com
participação de Thaila Ayala mescla live action com tecnologia GCI

No mês das crianças, a Universal Pictures traz para os cinemas o longa “Pica-Pau” (Woody Woodpecker), produção que apresenta a atriz brasileira Thaila Ayala no elenco. Para adiantar o lançamento, a Universal divulgou hoje o cartaz nacional do filme, que em breve estará exposto nas redes de cinema.

Com direção de Alex Zamm, de “Os Batutinhas: Uma Nova Aventura”, o longa resgata o personagem que marcou  várias gerações em uma produção que mescla live action e tecnologia CGI. Criado por Walter Lantz em 1940, o personagem é protagonista de 166 episódios animados que já foram transmitidos em mais de 155 países e em 105 idiomas diferentes. Além dos desenhos – atualmente exibidos pela Rede Record, Cartoon Network e Boomerang -, Pica-Pau possui uma área dedicada no resort da Universal na Flórida (EUA) e faz participações especiais em atrações nos parques em Hollywood e no Japão.

No filme, atores Thaila Ayala e Timothy Omundson interpretam o casal Vanessa e Lance Walters – os novos alvos do traiçoeiro Pica-Pau na história.  A comédia mostra uma guerra de território entre o pássaro e o vigarista Lance Walters e sua namorada, que estão determinados a construir a casa de seus sonhos, mas para isso têm que derrubar a casa do travesso personagem. A estreia está marcada para 5 de outubro nos cinemas brasileiros.

Sobre o Pica-Pau

Pica-Pau (no original em inglês Woody Woodpecker) é o nome de um personagem de desenho animado de mesmo nome, um pica-pau antropomórfico (animal com corpo e características humanas), que estrelou vários curta-metragens de animação produzidos pelo estúdio de Walter Lantz e distribuídos pela Universal Pictures. Embora não seja o primeiro dos personagens “malucos” que se tornaram populares nos anos 1940, o Pica-Pau é considerado um dos personagens mais notáveis do gênero.

O Pica-Pau foi criado em 1940 pelo artista de storyboard Walt Lantz. Em seus primeiros desenhos animados, o Pica-Pau aparece como um pássaro louco, com uma aparência considerada grotesca. Porém, ao longo dos anos, ele sofreu diversas mudanças no seu visual, ganhando traços mais simpáticos, uma aparência mais refinada e um temperamento mais tranquilo. Nos Estados Unidos, o Pica-Pau foi inicialmente dublado por Mel Blanc, que também fez as vozes de quase todos os personagens do sexo masculino das séries Looney Tunes e Merrie Melodies. Como dublador do Pica-Pau, Blanc foi sucedido por Ben Hardaway, um dos criadores do desenho, e mais tarde por Grace Stafford, esposa de Walter Lantz.

Os desenhos do Pica-Pau foram transmitidos na televisão pela primeira vez em 1957, no programa The Woody Woodpecker Show, que mostrava novas sequências animadas do Pica-Pau interagindo com as filmagens em live-action de Walter Lantz, como se uma pessoa e um desenho animado estivessem apresentando o programa juntos. Atualmente, The Woody Woodpecker Show é ainda reprisado com frequência na televisão, sendo que no Brasil ainda é transmitido pela Rede Record aos sábados às 13 horas e aos domingos, ás 9 horas da manhã.

Lantz produziu os curta-metragens do Pica-Pau até 1972, quando fechou definitivamente seu estúdio. Desde então, o personagem só voltou a reaparecer em 1999, no programa The New Woody Woodpecker Show, produzido pela Universal Animation Studios de 1999 a 2003. O Pica-Pau é um dos poucos personagens de desenho animado que possui uma estrela na Calçada da Fama. Ele também fez uma pequena aparição junto com outros personagens famosos no filme Who Framed Roger Rabbit, de 1988.

Allison Diogo

Futuro Administrador e produtor de conteúdo para o Youtube e afins.

%d blogueiros gostam disto: