O que fazer com a sua primeira linha de expressão

Saiba quando você pode esperar o surgimento das primeiras rugas e quais cuidados você pode tomar para manter a pele mais jovem

Um belo dia, quando você menos espera, você se olha no espelho e nota algo diferente em seu rosto. Parece um vinco… Aliás, não parece. É um vinco. É a sua primeira linha de expressão.

Poxa, você se sente tão jovem, tão cheia de energia. Você talvez não estivesse preparada para isso. Mas é preciso encarar os fatos. O tempo passa e é inevitável que ele deixe algumas marcas. Porém, isso não quer dizer que você precise ficar com uma aparência envelhecida.

Existem algumas medidas que você pode adotar para evitar que essa linha se aprofunde. Além disso, também é possível recorrer a alguns procedimentos para retardar o surgimento desses sinais. Portanto, nada de desespero.

Linha de expressão nos olhos

Quando costuma surgir a primeira linha de expressão

O surgimento da primeira linha de expressão varia de pessoa para pessoa de acordo com a genética. Outros fatos que influenciam muito são os cuidados em relação ao sol, a alimentação e o consumo de álcool e tabaco.

Em média, a primeira linha de expressão aparece em torno dos 25 anos. E o local mais comum para esse sinal surgir é no canto externo dos olhos, formando o popular “pé de galinha”.

Por que nós temos linhas de expressão

As linhas de expressão e as rugas são formadas a partir das nossas expressões faciais. Ao sorrir, chorar, demonstrar preocupação, entre outras expressões, estamos contraindo um conjunto de músculos, que por sua vez puxam a pele.

Com o passar dos anos, a pele perde elasticidade devido à redução das fibras de colágeno e elastina. Assim, quando os músculos relaxam depois de se contrair, a pele não volta mais exatamente para o mesmo lugar. E, em consequência, se forma um vinco.

Cuidados a tomar para retardar o surgimento das linhas de expressão

Se você acabou de notar sua primeira linha de expressão, isso significa que você ainda tem tempo para reforçar ou adotar alguns cuidados com a pele.

Essas medidas vão ajudar a retardar o surgimento de novas rugas, mantendo sua pele mais jovem e saudável.

Capriche no uso do filtro solar

A exposição desprotegida ao sol é um dos principais fatores que aceleram o envelhecimento. Isso porque a radiação UVA, que também está relacionada ao câncer de pele, danifica as fibras de colágeno.

Esse tipo radiação é capaz de atravessar as nuvens e as janelas, por isso é necessário usar filtro solar diariamente, mesmo nos dias nublados ou em ambientes fechados. O mais recomendado é usar um filtro com FPS de no mínimo 30.

Fique longe do cigarro

O cigarro é outro fator que envelhece a pele tanto quanto o sol. As substâncias tóxicas reduzem o fluxo sanguíneo, diminuindo o aporte de nutrientes e oxigênio para a pele.

Além disso, o tabaco contribui para a formação de radicais livres, que danificam as fibras de colágeno e elastina, resultando em rugas mais aparentes. O cigarro também contribui para a perda de firmeza da pele, deixando o rosto mais flácido.

Tenha uma alimentação saudável

O açúcar é famoso por favorecer o acúmulo de peso, mas ele também envelhece. A explicação para isso é que ele se associada a proteínas, como o colágeno, inviabilizando suas funções. Com isso, a pele perde elasticidade.

Dê preferência a uma alimentação saudável e invista em alimentos que fazem bem para a pele. Alguns exemplos são as frutas cítricas, as frutas vermelhas, castanhas e nozes, aveia, pimenta, folhas verde-escuras e vegetais alaranjados.

Faça uso dos produtos adequados

Antes de investir em cremes caríssimos, sempre faça uma consulta com um médico dermatologista ou cirurgião plástico para saber quais produtos são mais adequados para a sua pele.

Em geral, são indicados produtos com ácido retinóico, ácido glicólico e vitamina C, que oferecem propriedades rejuvenescedora para a pele. O uso do protetor solar diariamente continua sendo indispensável.

Recorra aos procedimentos estéticos

Quando os cuidados paliativos não estiverem mais dando conta de manter a pele lisinha, você pode recorrer aos tratamentos estéticos. Isso sem se esquecer de manter a sua rotina de cuidados, é claro!

Não é necessário aplicar Botox® na primeira linha de expressão. Porém, você pode ficar mais tranquila ao saber que esse procedimento existe e tem bons resultados nas rugas dinâmicas. Alguns exemplos são os pés de galinha e a ruga entre as sobrancelhas.

Para as rugas permanentes, como o famoso bigode chinês, é possível fazer um preenchimento facial. Esse procedimento também ajuda a suavizar as olheiras profundas.

Existem também os peelings feitos à base de ácidos. Conforme a profundidade do procedimento (superficial, médio ou profundo), é possível tratar manchas, cicatrizes de acne, rugas e flacidez.

Já para quem tem muitas rugas e apresenta um grau de flacidez mais avançado, é possível recorrer às cirurgias plásticas. O lifting facial se trata de uma cirurgia para “levantar” os tecidos, corrigindo o aspecto de rosto caído e suavizando alguns sulcos profundos.

Sempre que você se preocupar com a jovialidade, a beleza e a saúde da sua pele, procure um cirurgião plástico para fazer uma avaliação presencial. Essa é a melhor forma de descobrir quais são os cuidados mais importantes para você.

%d blogueiros gostam disto: