Vida acadêmica I: Devo fazer arquitetura?

Fui um aluno que não sabia o realmente era o mundo da arquitetura, conhecia da arquitetura o que todos conhecem: Niemeyer e curvas. Por sorte entrei no curso de cabeça e não me imagino fazendo outra coisa que não seja trabalhar. Pode não acontecer com você, então aqui vão algumas dicas para descobrir se arquitetura é o seu curso.

Você se preocupa com a sua cidade?

Já se perguntou por que em tempos de chuvas  as mesmas áreas alagam ou porque o trânsito em sua cidade só piora? Todas essas questões estão relacionadas ao planejamento urbano de uma cidade. Claro que quando falamos de cidade tem uma serie de profissionais envolvidos mas o arquiteto urbanista é uma peça fundamental.

Você tem criatividade?

Muitos estudantes do ensino médio entram meio cru,  na matéria de criatividade. Quando passei no vestibular comecei nas ferais a fazer vários desenhos. Muito deles eram básicas, muito longe de um projeto, mas foram os meus primeiros passos.  Pensar  prédios e casas diferentes é  um exercício bom para criatividade, mas não se preocupe no curso aprendemos muito.

Você sonha?

Um dos principais arquitetos do século XX disse: “se a gente não sonhar as coisas não acontecem” Então sonhe , experimente, mas tenha em mente que durante a faculdade seus projetos vão se tornando mais reais, porque nos preocupamos se nossos projetos podem ser realmente executados e acredite muita coisa pode ser construída.

Tem mente aberta?
Muitas das pessoas que não continuam no curso, desistem porque não esperava que arquitetura fosse aquilo que a pessoa esperava. Sem contar que  ao longo do curso aprendemos e mudamos nossa percepção das coisas. Então tenha mente aberta para discutir e descobrir o amplo campo da arquitetura.

Você projeta para si ou para os outros?

Pode não parecer, mas muitos acreditam que os arquitetos são artistas que realizam projetos fabulosos e magníficos,  talvez isso  faz pensar que somos esnobes, mas a figura do arquiteto como artista é algo muito raro. A arquitetura do dia a dia  tem a ver com a necessidades das pessoas comuns. Muitas vezes uma casa simples é melhor do que um grande palácio.

Então se identificou com algumas dessas dicas? Caso sim faça arquitetura. Um curso muito amplo, bonito, mas também exigente ao mesmo tempo. Principalmente se você tem desejo de projetar espaços melhores para todos, o curso de arquitetura e urbanismo é um forte candidato para você.

Rogério Guimarães

Um cara comum, arquiteto urbanista, 24 anos, mineiro e apaixonado por arquitetura e urbanismo e gosto de compartilhar essa paixão meio louca com vocês.

%d blogueiros gostam disto: