Carregando, aguarde...
Pular para o conteúdo

O Cartão de Crédito: Vilão ou Aliado Financeiro?

Você já deve ter ouvido falar que o cartão de crédito é o vilão do orçamento. E que, por via das dúvidas, é melhor passar longe dele. Mas será que isso faz sentido?


Anúncios

Consultamos dois especialistas para entender o que é mito e o que é verdade em relação a esse meio de pagamento. E, claro, aproveitamos para tirar outras tantas dúvidas sobre a utilização do cartão de crédito que muitas vezes a gente tem, mas não sabe com quem esclarecer. Vamos lá?

Cartão de crédito é vilão?

Não, o cartão de crédito não é necessariamente um vilão. Essa ideia de que o cartão de crédito é um vilão financeiro é um equívoco comum. Na verdade, o cartão de crédito pode ser um aliado financeiro se for usado de maneira responsável e consciente.

O cartão de crédito é uma forma de pagamento que oferece diversos benefícios e conveniências. Ele permite que você faça compras sem precisar desembolsar o valor imediatamente, proporcionando maior flexibilidade financeira. Além disso, o cartão de crédito oferece proteção ao consumidor em casos de fraudes ou problemas com os produtos adquiridos.

No entanto, é importante ter em mente que o uso irresponsável do cartão de crédito pode levar a problemas financeiros. Quando as pessoas gastam mais do que podem pagar e não conseguem quitar o valor total da fatura, os juros e encargos cobrados podem se acumular rapidamente, resultando em dívidas difíceis de serem pagas.

De acordo com os especialistas, é mito que o cartão de crédito seja um vilão entre as alternativas de crédito.

“O cartão de crédito é um meio de pagamento que permite postergar o desembolso de despesas para a melhor data de cada pessoa”, define Rejane Tamoto, planejadora financeira CFP.

Para evitar que o cartão de crédito se torne um vilão financeiro, é fundamental adotar algumas medidas:

  1. Planejamento financeiro: Antes de usar o cartão de crédito, é importante ter um planejamento financeiro sólido. Saiba exatamente quais são as suas receitas e despesas, estabeleça um limite para os gastos no cartão e verifique se você terá condições de pagar a fatura integralmente no vencimento.
  2. Uso consciente: Utilize o cartão de crédito de forma consciente e responsável. Faça compras dentro do seu orçamento e evite o impulso de comprar itens desnecessários apenas porque estão disponíveis no crédito.
  3. Pagamento integral da fatura: Sempre que possível, pague o valor total da fatura até a data de vencimento. Dessa forma, você evita a incidência de juros e encargos.
  4. Acompanhamento das despesas: Fique atento aos seus gastos e verifique regularmente o extrato do cartão de crédito para identificar possíveis erros ou fraudes. Isso também ajuda a ter uma visão clara de como está sendo utilizado o crédito.
  5. Conheça as condições do seu cartão: Esteja ciente das taxas de juros, anuidades e demais encargos do seu cartão de crédito. Compreenda todas as regras e condições estabelecidas pelo emissor do cartão.

Em resumo, o cartão de crédito pode ser um aliado financeiro se for utilizado de forma consciente e responsável. Tenha um planejamento financeiro sólido, controle seus gastos e priorize o pagamento integral da fatura. Dessa forma, você poderá desfrutar dos benefícios e conveniências que o cartão de crédito oferece sem cair em armadilhas financeiras.

Comprar agora e pagar depois

Isso quer dizer que o cartão pode ser um aliado quando você precisa, por exemplo, comprar um computador ou colocar combustível no carro e não tem o dinheiro naquele momento.

Com ele, você compra o que precisa e paga apenas na data de vencimento da fatura, sem juros.

Parcelamento de compras

Outra vantagem importante do cartão de crédito é a possibilidade de parcelar compras de alto valor, também sem pagar juros.

Para isso, basta ter limite disponível e encontrar uma loja que ofereça esse tipo de parcelamento.

Programas de benefícios

Para completar, ao utilizar seu cartão de crédito você pode acumular pontos que podem ser trocados por produtos, milhas ou cashback, entre outros benefícios.

Como o cartão de crédito pode se tornar vilão

“O cartão de crédito só será um vilão se você usar de forma inadequada”, constata Ricardo Igarashi professor de Matemática Comercial e coordenador de Gestão Comercial e administração da FAC-SP.

Isso acontece, basicamente, quando você vive um descontrole financeiro e começa a gastar mais do que consegue pagar no final do mês.

Imagine que você receba uma fatura de cartão de crédito de R$ 1.000. Contudo, naquele mês só possa pagar R$ 700. Ok, o cartão permite que você faça o pagamento parcial (desde que acima do pagamento mínimo que ele estipula).

“No mês seguinte, porém, esses R$ 300 que sobraram vão ser acrescidos de juros”, diz Ricardo. E é aí que está o problema: os juros do cartão de crédito são altos (vamos detalhar quanto custa uma dívida no cartão de crédito mais abaixo).

No mês seguinte, então, você terá de pagar os R$ 300 que sobraram, mais os juros que vão incidir sobre esse valor. E terá ainda de arcar com as novas compras que você fizer entre um pagamento e outro.

E se no próximo mês você também não.

O cartão de crédito pode se tornar um vilão quando é usado de forma irresponsável e sem controle adequado. Aqui estão algumas situações em que o cartão de crédito pode se transformar em um problema financeiro:

  1. Gastos excessivos: Se você usa o cartão de crédito para fazer compras além do seu limite financeiro, gastando mais do que pode pagar, isso pode resultar em dívidas acumuladas. Os juros cobrados pelo uso do crédito rotativo são altos, e se você não conseguir pagar o valor total da fatura no vencimento, as dívidas se acumularão rapidamente.
  2. Pagamento mínimo da fatura: Optar por pagar apenas o valor mínimo da fatura é uma armadilha financeira. Embora seja uma opção oferecida pelas instituições financeiras, essa prática resultará no acúmulo de juros sobre o valor restante, que pode ser bastante alto. O pagamento mínimo só deve ser considerado em situações emergenciais e temporárias, nunca como uma prática regular.
  3. Anuidades e taxas elevadas: Alguns cartões de crédito possuem anuidades e taxas elevadas. Se você não utiliza os benefícios oferecidos pelo cartão ou se os custos superam os benefícios, isso pode se tornar um ônus financeiro adicional e desnecessário.
  4. Falta de controle dos gastos: Se você não acompanha regularmente seus gastos e não tem um controle efetivo sobre o uso do cartão de crédito, pode facilmente perder o controle das despesas. Isso pode levar a surpresas desagradáveis ​​quando a fatura chegar e você perceber que gastou mais do que imaginava.
  5. Acúmulo de dívidas: O uso desenfreado do cartão de crédito, acumulando dívidas mês após mês, pode levar a uma situação de endividamento difícil de ser superada. As dívidas podem comprometer sua estabilidade financeira, resultando em estresse, cobranças e até mesmo ações legais por parte dos credores.

É importante lembrar que o cartão de crédito não é um dinheiro extra, mas sim um meio de pagamento que requer responsabilidade e controle. Se você não tiver disciplina financeira e não utilizar o cartão com cuidado, ele pode facilmente se tornar um vilão, causando problemas financeiros sérios. Portanto, é essencial usar o cartão de crédito de forma consciente, planejar os gastos, pagar a fatura integralmente e acompanhar de perto as despesas realizadas com o cartão.

Gostou deste conteúdo?
Compartilhe ↓↓↓

Share on whatsapp
Compartilhar no WhatsApp
Share on facebook
Compartilhar no Facebook
Pedro Ribeiro

Pedro Ribeiro

Especialista em crédito. Produtor de conteúdos digitais e redator web. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

↓↓↓ Você também pode gostar ↓↓↓